Empresas trabalham juntas pelo turismo cultural no Brasil

A 23ª Conferência do Conselho Internacional de Museus (ICOM), que será em 2013, na cidade do Rio de Janeiro, foi tema de reunião esta semana entre o presidente do Ibram, José do Nascimento Junior, e o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino.

Essa será a primeira vez que o Brasil sediará a Conferência, que acontece a cada três anos, reunindo profissionais de museus dos 137 países membros do Icom. A última Conferência realizada na América Latina foi há 25 anos na cidade de Buenos Aires, na Argentina.

José do Nascimento Junior-presidente do Ibram e Flavio Dino-presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em reunião.

Além da promoção da 23ª Conferência do Icom, várias questões sobre o turismo cultural também foram abordadas. Tendo em vista os grandes eventos internacionais que o País receberá nos próximos anos, Ibram e Embratur pretendem estabelecer linhas de ações conjuntas para impulsionar o turismo cultural no Brasil, tais como qualificação profissional e produção de material de divulgação dos museus em língua estrangeira.

As ações definidas na reunião resultarão em Acordo de Cooperação entre as duas autarquias a ser assinado posteriormente. “Estamos apostando na cultura como forma de diversificar as atrações turísticas do Brasil, mostrando-o como um destino turístico completo: com Sol e Praia, Eventos e Negócios, Ecoturismo e Turismo de Aventuras e também turismo cultural”, destacou Dino.

Disse ainda que “Nessa área, também pretendemos diversificar a imagem que o público estrangeiro tem do Brasil e os museus são peça-chave para que o turista estrangeiro se dê conta da diversidade de nossa cultura”.

O presidente do Ibram comentou que essa mudança da imagem já está em processo, citando o desempenho do País no ranking mundial de exposições mais visitadas em 2011, feito pela Art Newspaper, no qual o Brasil ficou em primeiro lugar.

Nascimento ressaltou que os museus são um produto para o turismo cultural e que não só o turista se beneficiará com as melhorias do setor, mas principalmente o público interno.

Também estavam presentes na reunião a Eneida Braga Rocha de Lemos, diretora do Departamento de Difusão, Fomento e Economia dos Museus (DDFEM/Ibram), Ana Cristina Viana de Melo, da Coordenação de Difusão e Desenvolvimento de Parcerias (CDDP/DDFEM/ Ibram) e André Vilaron, assessor da presidência da Embratur.

Indicar para um amigo:


Comentários no Facebook